notícias

União Europeia acusa Brasil por incentivos fiscais e zonas francas

14 de febrero de 2014

A política industrial brasileira será submetida a seu maior teste em 20 anos a partir de quinta-feira, 13. Em Genebra, a União Europeia vai acusar o Brasil na Organização Mundial do Comércio (OMC) por violar as regras internacionais ao dar incentivos fiscais a vários setores e vai pressionar por uma reforma profunda nas regras de zonas francas, como Manaus. Uma derrota do Brasil pode forçar o governo de Dilma Rousseff a rever toda sua estratégia comercial e, num ano de eleições, o impacto pode ser também político. O Brasil terá de dar respostas a quatro ataques de Bruxelas: os incentivos fiscais do Inovar-Auto, entre eles a redução de IPI, incentivos ao setor eletrônico, a redução de impostos para vários outros segmentos da economia e as regras consideradas ilegais de benefícios a empresas que se instalam em Manaus. Na visão dos europeus, isso cria uma distorção da competitividade das exportações nacionais e dificuldades para produtos importados no País.
Fonte: O Estado de São Paulo, 12/02/14) via 

http://www.linkedin.com/groups/Uni%C3%A3o-Europeia-acusa-Brasil-incentivos-4145774.S.5839707473652502529?view=&gid=4145774&type=member&item=5839707473652502529&trk=eml-anet_dig-b_nd-pst_ttle-cn